Primeira usina de etanol de milho de MS gera 600 empregos em Dourados

03/abr/2022
Tempo de leitura: 2 min..

Município deve gerar cerca de 400 milhões de litros de biocombustível ao ano

Com a Licença de Operação concedida no último dia 30 de março, entra em operação na próxima semana a primeira indústria de etanol de milho de Mato Grosso do Sul, gerando cerca de 600 vagas de emprego em Dourados.  

Biocombustível de alto rendimento, enquanto uma tonelada de cana produz entre 70 a 85 litros de etanol hidratado, o mesmo peso em milho pode produzir  entre 370 a 460 litros deste mesmo álcool, dependendo do teor de amido.  

Dados da Inpasa Agroindustrial apontam que, nessa primeira fase haverá uma produção de aproximadamente 400 milhões de litros de etanol ano, projeção essa que deve dobrar já a partir de julho, na segunda fase do projeto.  

“A planta de Dourados vem para contribuir e transformar o Mato Grosso do Sul, em especial a cidade de Dourados, em um grande polo de biocombustíveis e de bioeletricidade”, afirma o vice-presidente da Inpasa Brasil, Rafael Ranzolin. 

Vale ressaltar que, além desse complexo, os investimentos da Inpasa em Dourados compreendem uma usina termoelétrica para cogeração de 26,18 MW, posto de combustíveis e polo de serviços.

Conforme a empresa, cerca de 3000 mil trabalhadores diretos e 6000 indiretos participaram da construção, contemplando mais de 90 empresas parcerias na execução de serviços. Outros 400 profissionais diretos já estão empregados e, de maneira indireta, envolvendo diversas cadeias produtivas e o ramo de suprimentos que abastece a indústria, abarca mais de 8 mil famílias.

Moradores de Mato Grosso do Sul que quiserem garantir uma vaga de emprego na usina de etanol Inpasa, devem enviar currículo informando o nome do cargo desejado logo no campo "assunto" do 'e-mail', encaminhado para curriculos@inpasa.com.br.

Compartilhe nas redes sociais!!

Tags:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

map-markercross