Campanha Civilidade nas ruas
banner seja associado
ART

Dia Internacional das Mulheres na Engenharia

Area de interesse: geral
Data:
Dia Internacional das Mulheres na Engenharia

Evento do Crea-SP promoveu debate sobre a equidade de gênero na área tecnológica
 

Iniciativas para alcançar a equidade de gênero na área tecnológica foram compartilhadas durante evento de comemoração ao Dia Internacional das Mulheres na Engenharia (23/06), realizado na Sede Angélica do Crea-SP. Organizado pelo Comitê Gestor do Programa Mulher do Conselho, o encontro foi marcado por debates com especialistas sobre as oportunidades e desafios do mercado de trabalho para as profissionais.

Signatário da Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU), o Crea-SP instituiu o Programa Mulher para cumprir com os requisitos do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS) de número 5, que versa sobre a igualdade de gênero. Na abertura do evento, a vice-presidente no exercício da Presidência do Crea-SP, Eng. Lígia Marta Mackey destacou o trabalho desempenhado pelo Comitê Gestor, que elabora ações para incentivar a participação das mulheres no Sistema Confea/Crea e nas profissões abrangidas.

“Esta celebração, com um auditório repleto de profissionais interessadas em debater o mercado de trabalho, marca esse momento histórico em que as mulheres passam a ocupar cada vez mais os espaços reservados à área tecnológica. É essa a representatividade que buscamos e sinto muito orgulho de ter participado das atividades do Comitê em 2021, cuja atuação já tem dado resultados em todo Estado”, afirmou a vice-presidente.

Coordenadora do Comitê, a Eng. Poliana Siqueira apresentou algumas das entregas do grupo, como a Cartilha Programa Mulher, que conta com diagnóstico do mercado de trabalho e do Sistema Confea/Crea com recorte de gênero. Além disso, convidou todas as profissionais a acessarem o conteúdo e participarem como replicadoras do Programa Mulher em suas cidades.

A noite foi palco, ainda, para dois lançamentos importantes: o site do Programa Mulher do Crea-SP e a campanha institucional do Conselho, especialmente elaborada para a data.

Carreira, redes de apoio e sustentabilidade

Foram muitos os temas tratados no decorrer do evento, com destaque para as experiências e histórias de carreira das engenheiras convidadas. O primeiro painel trouxe as Engs. Cristiane Renata Gaiotto Caldana e Fabiana Nicoleti Franco, da Sociedade de Mulheres Engenheiras (SWE), organização que defende mudanças para as mulheres na área tecnológica. O grupo, fundado em 1950, tem atuação internacional com mais de 40 mil membros, e está presente no Brasil. As palestrantes destacaram o banco de currículos e articulação direta com empresas para contribuir com o networking entre mulheres.

Na sequência, a Eng. Patrícia Falcão Bauer iniciou sua palestra apresentando um contexto histórico da presença das mulheres no mercado de trabalho e a evolução ao longo do tempo. A engenheira pontuou as mudanças que ocorrem na área tecnológica, que já evidenciam mais mulheres nas salas de aulas das universidades. Com relação à equidade de gênero, Bauer defende que mais iniciativas como a promovida pelo Crea-SP são necessárias. “Acredito que a educação é um dos caminhos para chegarmos à igualdade”, disse.

Encerrando o ciclo de palestras, a Eng. Maria Constantino tratou sobre a importância da sustentabilidade e o papel da mulher para uma sociedade melhor. Para a engenheira, a ausência de planejamento urbano é a causadora dos maiores desastres ambientais da atualidade, como deslizamentos e enchentes. Ela reforçou a importância das mulheres se envolverem em projetos voltados para as cidades.

Com espaço para rodas de conversa entre os painéis, as participantes puderam presenciar e colaborar ativamente com as discussões. Ao final do evento, Constantino convidou a Eng. Érica Oliveira para falar sobre diversidade. Mulher trans, Érica ressaltou que as empresas precisam olhar com atenção para a questão da população LGBTQIA+, pois apenas 4% das pessoas trans estão no mercado de trabalho. “Mais de 90% das mulheres trans hoje no Brasil vivem em situação de vulnerabilidade. Sei o quanto é importante eu, como mulher trans, engenheira, ser essa representatividade”, concluiu.

Próximos passos

O Comitê Gestor segue com iniciativas de empoderamento feminino, planejando novas frentes de atuação. O objetivo é expandir as ações para além do Conselho. Para isso, estão sendo realizadas ações de aproximações com grupos temáticos, como a ONG Mulheres na Construção, projeto que capacita mulheres na construção civil que visitou o Conselho na quarta-feira (22/06), durante reunião do Comitê.

“Uma mulher empoderada muda a sociedade. Preparamos mulheres para o mercado de trabalho em funções que, tradicionalmente, elas não assumiriam”, explicou a presidente da ONG, empreendedora e assistente social Bia Kern. Ao todo, o projeto já alcançou mais de 5 mil mulheres no País, atuando em capacitação, políticas públicas e mercado de trabalho.

Para ampliar ainda mais as ações, o Comitê também visa as entidades de classe. “A ideia é que as associações implementem o Programa Mulher, desenvolvendo suas próprias ações, seguindo as diretrizes definidas pelo Comitê, de acordo com suas necessidades”, completou a coordenadora Poliana.

Assista ao primeiro vídeo da websérie “Dia Internacional das Mulheres na Engenharia” do Crea-SP.

Produzido pela CDI Comunicação

Volta para notícias
receba as novidades
agenda aeaarp

Não existem eventos neste período.

revista painel

328 - Julho de 2022

328 - Julho de 2022

Veja outras edições da revista Painel



CONFEA
CREA-SP
CAU/SP
AEAARP
Rua João Penteado, 2237
Ribeirão Preto - SP
Tel.: 16 2102-1700
Whatsapp: 16 99758-0101
AEAARP

MAPA DE LOCALIZAÇÃO

MAPA DE LOCALIZAÇÃO

2022 - Todos os direitos reservdos. Associação de Engenharia, Arquitetura e Agronomia de Ribeirão Preto
site by: an.design criação digital