Campanha Civilidade nas Ruas faz 3 anos

09/nov/2022
Tempo de leitura: 3 min..

Há exatamente três anos foi lançada a Campanha Civilidade nas Ruas, ação de conscientização para destinação correta de recicláveis e respeito à cidade e meio ambiente

O que você faz pela sua cidade? Foi com essa pergunta que nasceu a Campanha Civilidade nas Ruas, idealizada na AEAARP-Associação de Engenharia, Arquitetura e Agronomia de Ribeirão Preto e lançada há exatamente três anos. No dia 9/11/2019, nas praças Carlos Gomes e XV de Novembro e Esplanada do Theatro Pedro II, foi celebrado o Dia da Civilidade para lançar a campanha. O grupo de percussão de 100 crianças da ONG Casinha Azul se apresentou tocando e cantando a Marchinha da Civilidade, composta para o lançamento, em um cortejo lúdico, junto com parceiros do projeto, para chamar a atenção da população.

A campanha reuniu parceiros que já atuavam em educação ambiental e com objetivos ousados, dentre eles, ampliar a conscientização para a destinação correta de recicláveis, aumentar o volume de materiais nos ecopontos da cidade e tornar a cidade livre de resíduos depositados nas vias públicas.

“Temos de acreditar que podemos contribuir com o esclarecimento de toda a população sobre a importância desse tema para a saúde, para a economia, para o meio ambiente, para a qualidade de vida, e, com isso, transformar nossa cidade. Buscamos parceiros que compartilham esta filosofia e pessoas que já trabalham com coleta e reciclagem e os resultados têm surpreendido”, comenta o engenheiro Giulio Roberto Azevedo Prado, presidente da AEAARP.

Recentemente, foi lançada a “Parceiros da Campanha Civilidade nas Ruas – Quadrilátero Central” focada na coleta de blisters (cartelas vazias de comprimidos) para reciclagem. As farmácias e estabelecimentos de saúde do Centro estão sendo convidadas a instalarem coletores de blisters.

A coleta das cartelas vazias de comprimidos no ecoponto na sede da AEAARP e por parceiros como os Lions Clubes Ribeirão Preto, Campos Elíseos, Cravinhos e Brodosqui já contabiliza toneladas do material destinado à reciclagem. Como contrapartida, a Unicomper, indústria paranaense que utiliza o plástico das cartelas em produtos para decoração e construção civil, devolve à cidade cadeiras de rodas. Cada tonelada de blister vale uma cadeira de banho e a cada tonelada e meia a cidade ganha mais uma cadeira de roda. A Unicomper enviou recentemente duas cadeiras que foram doadas ao Hospital de Câncer de Ribeirão Preto.

E para a ação no Quadrilátero Central, o movimento também fechou parceria com o SINCOVARP-Sindicato do Comércio Varejista de Ribeirão Preto e CDL- Câmara de Dirigentes Lojistas.

A meta é juntar mais 3 toneladas de blister em menos tempo. A ideia é conseguir 3 mil quilos de blister em 3 meses.

Além disso, desde o início da pandemia, a cidade já destinou cerca de 20 toneladas de EPS (popularmente conhecido pela marca IsoporR), mas menos de 1 tonelada é coletada a cada mês. A ideia é triplicar para 3 toneladas mês. O EPS tem cerca de 3% a 5% de plástico em sua composição e o restante é ar. Tanto o blister quanto o EPS é recolhido em Ribeirão Preto gratuitamente por indústrias de reciclagem.

Marchinha da Civilidade

Mais civilidade | Em casa e na rua | É mais felicidade | Não é mundo da lua
Aprenda o que é lixo | Separe o reciclável | E vamos cultivar | Um mundo sustentável
Antes de comprar | Saiba se vai usar | O que é desnecessário | Não deve ir pro armário

Refrão

Preste atenção | Na voz do coração | Há civilidade | Nas ruas da cidade
Preste atenção | Na nova geração | Mais civilidade | Responsabilidade

O portal da AEAARP mantém atualizada uma lista de endereços para descarte de material reciclável, incluindo blister: https://aeaarp.org.br/release/ecopontos-em-ribeirao-preto.

Compartilhe nas redes sociais!!

Tags:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

map-markercross