Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

APTA realiza II Seminário sobre Manejo Estratégico de Pragas Exóticas

A Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA) realiza, no dia 30 de outubro, em Ribeirão Preto, o ll Seminário Sobre Manejo Estratégico de Pragas Exóticas, com palestras de pesquisadores de suas unidades de pesquisa e de outros institutos.

Participam do evento especialistas de Polos da APTA, do Instituto Biológico (IB-APTA), Instituto Agronômico (IAC-APTA), Coordenadoria de Defesa Agropecuária (CDA), Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (CATI), Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) e a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA). Os pesquisadores irão debater sobre pragas e técnicas disponíveis para solução, além de explicitar a posição de suas instituições. Haverá também a presença de consultores e técnicos de empresas produtoras de insumos biológicos e químicos.

O objetivo do evento é fomentar os temas e treinamento sobre as questões de ameaças fitossanitárias e, barreiras alfandegárias. O evento terá como foco pragas como Helicoverpa armigera, cochonilha rosada, mosca branca e mosca de fruta, que são problemas em diversas culturas (de amendoim, soja, feijão, milho, café, citros, hortaliças e frutas), serão abordados a introdução de pragas exóticas no Brasil, sistemas de informação para análise de riscos de introdução, quarentenário, estabelecimento e dispersão de pragas exóticas e manejo adequado.

Os temas do seminário foram escolhidos em conjunto com técnicos do IB-APTA, da CATI, da CDA, todos ligados à Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, além da EMBRAPA. Durante a realização do VIII Workshop de Agroenergia, estes temas foram elencados como importantes. Eles estão sendo tratados como problemas emergentes no âmbito do estudo das pragas exóticas, introduzidas sistematicamente no meio rural e causando sobressaltos aos produtores rurais.

“Vamos tratar sobre Cochonilha rosada, Helicoverpa armigera, moscas brancas e moscas de frutas, pragas até muito conhecidas em outros países e no Brasil as duas primeiras estão entrando agora, e moscas de frutas e moscas brancas estão com espécies e biótipos novos prontos para entrar, embora já existam no país espécies destas duas pragas causando grandes danos (desde problemas na comercialização, perda de valor comercial e de até 60 % na produtividade, dependendo da infestação e condições climáticas favoráveis à praga). Quando há introdução de uma nova praga, o ideal é realizar o manejo estratégico, ou seja, a prevenção aos danos”, explica o pesquisador da APTA, José Roberto Scarpellini, um dos palestrantes.

O evento visa atualizar e equalizar informações, esclarecendo dúvidas de produtores de amendoim, soja, feijão, milho, laranja, café, hortaliças, frutas, além de debater soluções para uma agricultura diversificada. O público-alvo é composto por produtores rurais, consultores em agropecuária e estudantes.

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Home | Institucional | História | Diretoria | Estatuto | Palavra Presidente | Vídeos Institucional | Vídeos | Localização | Sala de Imprensa | Galeria de Fotos | Fale Conosco | Associados | ART
Locação Espaços | Convênios | Eventos | Empregos | Canal do Associado | Honorários | Biblioteca | Editais | Links | Almanaque | Revista Painel
Rua João Penteado, 2237 - Tel: 16 2102-1700 - Fax: 16 2102-1717
AEAARP © 2017. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Hpinternet.