Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Cientistas estudam criar carros voadores que evitam trânsito diário

Se tivéssemos nossos próprios mini-helicópteros que fossem quase tão fáceis de pilotar quanto os automóveis são de dirigir, e que pudéssemos decolar dos quintais, pairar sobre o tráfego e observar as massas na terra, se arrastando lentamente. Ao que parece, a União Europeia está fazendo planos justamente para isso. Seis institutos de pesquisa europeus estão estudando a viabilidade de pequenos helicópteros de transporte, ajudados por uma verba de US$ 4,7 milhões do governo europeu no projeto "MyCopter".

O projeto inicial está quase completo, e a segunda fase está sendo levada em consideração. Cientistas e engenheiros do Instituto Max Planck para Cibernética Biológica em Tübingen, Alemanha, e na faculdade de engenharia da Universidade de Liverpool, estão entre os líderes da pesquisa. Em um laboratório de pé direito alto no Centro para Dinâmicas da Engenharia da universidade no centro de Liverpool, eu recentemente coloquei o cinto de segurança para um teste de voo num simulador com formato esférico. A universidade tem grande experiência em simulação de voo, incluindo um projeto que pretende desenvolver ônibus voadores que não precisam de pista de decolagem.

No caso do MyCopter, os pesquisadores estão tentando descobrir como tornar fácil para indivíduos comuns pilotarem um helicóptero pessoal. Eles começaram a colaborar com antigos pilotos de teste militar e passaram a testar sistemas de voo com pessoas sem experiência.

Gente como eu, na verdade. Enquanto me sentava, uma tela de vídeo grande foi aberta até preencher toda a minha visão periférica. O céu estava azul. Havia um manete entre minhas pernas que controlava a velocidade e viradas, e uma alavanca à esquerda para controlar a altitude; são controles semelhantes aos de um helicóptero normal, embora uma série de outros tipos esteja sendo estudada.

Não sei voar e nem sequer sou um motorista muito entusiasmado, mas decolei com facilidade do que parece um campo cercado por seis casas no interior inglês. Depois, segui uma rodovia aérea virtual que se estendia diante de mim voando por uma série de quadrados roxos espalhados pela paisagem simulada.

Para quem não é piloto, o maior desafio era não confundir o manete com a alavanca de altitude. Foi bem fácil. Após minutos voando ao longo da rodovia aérea, pude ver o Rio Mersey à minha esquerda, o centro de Liverpool à direita e suas famosas docas adiante.

O meu teste de voo foi ótimo. Mas, perto do fim, confundi minha mão no manete com a mão na alavanca de altitude e pareceu que eu ficaria em velocidade abaixo da necessária para voar. Alarmes começaram a soar e White teve de intervir e assumir o controle por alguns instantes. De repente, voltei a me sentir com 16 anos. Da próxima vez vou usar a versão com piloto automático.

Fonte: IG 

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Home | Institucional | História | Diretoria | Estatuto | Palavra Presidente | Vídeos Institucional | Vídeos | Localização | Sala de Imprensa | Galeria de Fotos | Fale Conosco | Associados | ART
Locação Espaços | Convênios | Eventos | Empregos | Canal do Associado | Honorários | Biblioteca | Editais | Links | Almanaque | Revista Painel
Rua João Penteado, 2237 - Tel: 16 2102-1700 - Fax: 16 2102-1717
AEAARP © 2017. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Hpinternet.