Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Cinco soluções alternativas de mobilidade urbana

O teleférico urbano mais longo do mundo, redes de escadas rolante instaladas ao ar livre, um funicular que funciona como um metrô e um bonde suspenso que está em funcionamento desde 1903 são alguns dos exemplos que têm solucionado os problemas de mobilidade das pessoas em setores de difícil acesso, diminuindo o tempo de viagem e tornando os percursos mais atrativos.Dos cinco casos que lhes apresentamos, dois são sul-americanos. Conheça-os a seguir.

 Wuppertal Schwebebahn (Wuppertal, Alemanha) –
O bonde foi inaugurado em 1903 e é o mais antigo do mundo. Sua construção teve início em 1894 e buscava solucionar o transporte do carvão sobre o rio Wupper, um trecho de 10 quilômetros que passa por dentro da cidade. O bonde possui 20 estações e 13 quilômetros de extensão, que são percorridos em meia hora.

Carmelit (Haifa, Israel) -
Embora funcione há 55 anos, o metrô Carmelit é um sistema de transporte pouco conhecido, entretanto realmente impressionante. Trata-se de um funicular subterrâneo, parecido com o metrô, que passa por seis estações construídas nas encostas do Monte Carmelo. O percurso deste funicular tem somente 1.800 metros, por isto é considerado um dos transportes subterrâneos mais curtos do mundo, mas que une o centro de Haifa com os bairros Hadar e Carmel Central.Uma segunda característica que faz do metrô de Haifa algo único é que as estações e os vagões são em intervalos escalonados, diferente do desenho que os outros metros do mundo possuem.

Elevador para Bicicletas Trampe (Trondheim, Noruega) -
Ele ajuda aos ciclistas subirem aquelas ruas que tem uma maior inclinação. Assim, os ciclistas não encontram nenhum tipo de obstáculo nem desculpa para deixar de utilizar a bicicleta. Os bairros 20 de Julio e Las Independencias 1 e 2, na comunidade 13 de Medellin situam-se nos morros e, até o final de 2011, só se podia chegar a eles através de longas escadas que em alguns lugares alcançavam até 500 metros. Durante muitos anos isto fez com que os moradores sofressem com problemas de mobilidade e os idosos ficassem isolados. Por este motivo, a prefeitura da cidade encomendou à firma japonesa Fujitec a construção de escadas rolantes ao ar livre. Desde que começaram a funcionar, o tempo do trajeto para cima do morro, que antes era de 30 minutos, passou para 10 minutos.

Escadas Rolantes (Medellin, Colômbia e Honk Kong, China) –
As escadas não são as primeiras. Em 1993, foi inaugurado em Hong Kong o maior sistema de escadas rolantes ao ar livre do mundo, Central-Mid-Levels, que cobre 800 metros e possui 20 passagens fechadas que se unem com pontes de pedestres e galerias comerciais. As escadas aproximam três regiões centrais da cidade e contam também com estações de acesso (gratuito). Com a implementação das escadas nestas três regiões, foi possível atrair mais pedestres para as passagens; atualmente passam diariamente por aí 55 mil pessoas.

 

Fonte: ArchDaily

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Home | Institucional | História | Diretoria | Estatuto | Palavra Presidente | Vídeos Institucional | Vídeos | Localização | Sala de Imprensa | Galeria de Fotos | Fale Conosco | Associados | ART
Locação Espaços | Convênios | Eventos | Empregos | Canal do Associado | Honorários | Biblioteca | Editais | Links | Almanaque | Revista Painel
Rua João Penteado, 2237 - Tel: 16 2102-1700 - Fax: 16 2102-1717
AEAARP © 2017. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Hpinternet.